quinta-feira, 23 de março de 2017


“Pomar da Rui Martins”

 
Para assinalar o Dia da Árvore a comunidade educativa da EB Rui Martins solicitou a colaboração da Junta de freguesia Buarcos/S. Julião no sentido de poderem oferecer à escola árvores de fruto, para serem plantadas pelos alunos.
Estabelecida a parceria, os funcionários da junta prepararam o terreno, numa parcela de jardim, do recreio de escola.
A atividade contou com a presença da Representante da Junta de Freguesia no Conselho Eco-escolas da EB Rui Martins, Dra Maria de Lurdes Palaio.
Cada turma ficou responsável pela plantação de uma árvore. A turma do 1.º ano plantou uma ameixieira, a do 4.º ano por uma macieira e a do 2.º/3.º por uma figueira. Todos juntos ainda plantaram um damasqueiro. A atividade promoveu o convívio entre todos e visou alertar para a necessidade de plantar e cuidar das árvores, no que irá constituir “O pomar da Rui Martins”.
 





 
 
 

Dia Mundial da Árvore

Os alunos do Clube de Ciências realizaram algumas atividades com a comunidade no Dia da árvore, plantaram dois arbustos no jardim da escola e realizaram uma venda de plantas ornamentais, as quais resultam das suas atividades no clube.

Na data em que se assinala o início da Primavera, damos a conhecer o poema
 “ Primavera” que conquistou uma menção honrosa, no Concurso de Poesia Criativa, lançado pela Biblioteca Escolar Dr. João de Barros, ilustrado por uma fotografia de alguns membros do Clube de Ciências.



Primavera

As árvores a florir,
Os pássaros a cantar,
As nuvens a fugir,
Primavera a chegar.

Abrir a janela,
Deixar a brisa entrar,
Dar uma olhadela,
Ao sol a brilhar.

Adoro a natureza,
O galo a cantar,
As cores e a beleza,
A rã a saltar.

Chegou a primavera,
Vamos brincar e pular,
Nos jardins da escola,
Uma árvore plantar.

Todas as estações
Têm o seu encanto e beleza,
Mas as grandes emoções,
São na Primavera com certeza!


Autor: (Maria Primavera) -  Maria Santiago, 6.º10

sexta-feira, 3 de março de 2017

"Pilhas de Pilhas"

A Campanha 'Pilhão vai à Escola' é um desafio lançado pela Ecopilhas, com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade de recolher seletivamente pilhas e baterias usadas, incentivando as Escolas a adotar as melhores práticas ambientais, estando aberto à participação de todas as escolas, dos diferentes ciclos de ensino.
A Escola EB 2,3 Dr. João de Barros, conseguiu num mês atingir os 1000 kg de pilhas, meta ambiciosa a que se tinha proposto no Plano de Ação Eco-Escolas. Estes resultados são possíveis graças ao grande envolvimento e entusiasmo dos alunos e da comunidade.
 A  recolha de pilhas para reciclagem é uma das vertentes do trabalho que tem sido levado a cabo no contexto escolar, que visa a recolha seletiva dos diferentes resíduos e a sua deposição nos contentores da escola. O trabalho e entusiasmo dos alunos, professores e assistentes operacionais tem permitido aumentar significativamente a quantidade de resíduos separados enviados para a reciclagem e, consequentemente, diminuir a quantidade e lixo produzido dentro da escola
No entanto, a recolha só terminará a 15 de maio, vamos por isso continuar, de modo a ajudar o nosso Planeta.

                                                           
              



terça-feira, 8 de novembro de 2016



Biscoitos de natal 





De forma a envolver todos os alunos, dando cumprimento ao projeto Missão UP/Unidos pelo Planeta, e ao projeto Eco-escolas, os alunos da EB Rui Martins nos dias 13 e 14 de Dezembro elaboraram “Biscoitos de Natal”, minimizando a pegada ecológica reduzindo ao mínimo o uso de eletrodomésticos, batendo todos os ingredientes manualmente como alternativa aos eletrodomésticos habitualmente utilizados para o efeito.
Esta atividade, possível com o recurso ao mecenato da Associação Recreativa Malta do Viso, que colaborou com os ingredientes e o empréstimo de um forno elétrico, visou no âmbito do projeto Missão UP recordar que a Cozinha é um espaço onde o tipo de ações desenvolvidas pode influenciar em muito o consumo de energia: no gás ou eletricidade que gastamos para cozinhar no fogão, nos eletrodomésticos que recorremos para preparar os alimentos. Procurámos assim demonstrar que tal como em outras atividades diárias, existem sempre soluções simples de que muitas vezes não nos lembramos e que permitem reduzir o impacto diário de consumo energético.

Assim, de uma forma lúdica as crianças foram envolvidas numa tarefa que permitiu incluir, projetos em que a escola está envolvida, numa atividade própria desta quadra natalícia e ao mesmo tempo serem as próprias crianças a criarem um “miminho” para as suas famílias.


















Visita ao Museu do Mar
(17 de novembro)


No âmbito da comemoração do Dia Nacional do Mar as turmas do 1.º, 2.º e 3.º anos tiveram a oportunidade de visita o Museu do Mar de Buarcos, no dia 17.

Para além de uma visita guiada ao museu com a ajuda da Dra Ana Paula, os alunos do 1.º ano jogaram um jogo sobre o mar e pintaram, os alunos do 2.º e 3.º ano realizaram experiências.










Dia Internacional Eco-Escolas - EB  Abadias 



A escola EB Abadias comemorou o dia 7 de novembro, Global Action Days, com toda a comunidade educativa, elegendo a cor verde como símbolo da sua ação em prol do ambiente.

Pelas 10h 45min a escola içou a bandeira verde, na presença do Eng. Albuquerque, em representação da Autarquia, que chegou à nossa escola num meio de transporte ecológico, a bicicleta.

Após o içar da bandeira, feito pelos alunos do 4º ano de escolaridade, no são polivalente da escola, os alunos entoaram o hino da escola e ouviram com muita atenção as palavras do Eng. que demonstram o empenho da Autarquia na preservação do ambiente e reafirmam o apoio às iniciativas das escolas.

No espaço exterior procedemos à plantação de várias árvores de fruto (limoeiro, nespereira, figueira) dando continuidade ao objetivo de dotar o espaço de árvores de fruto.  
Nesta atividade os alunos contaram com o apoio dos funcionários da Autarquia, do Sr. Eng. Albuquerque e dos professores.
No período da tarde as brigadas verdes procederam a uma limpeza mais cuidada do espaço exterior.
Nas turmas o dia foi dedicado ao ambiente. Os alunos escreveram os seus desejos e compromissos no mural eco-escolas e criaram os eco-códigos para este ano letivo.

O seu empenho e motivação faz-nos acreditar que esta geração fará a diferença para o futuro do nosso Planeta.























Dia Internacional Eco-Escolas - EB Rui Martins 



No dia Internacional Eco-escolas a comunidade educativa da EB Rui Martins  hasteou a bandeira, ao som duma canção escrita pelo prof de Educação Especial, além desse momento plantámos uma sobreiro e construímos um Eco-mural contemplando as intenções de todos para com o ambiente.










segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Dia Internacional Eco-Escolas no JI de Caceira









O JARDIM DE INFÂNCIA DE CACEIRA comemorou o Dia Internacional Eco-escolas, uma marca da existência de um trabalho de qualidade realizado pela nossa escola na área da educação para a sustentabilidade!
Todas as atividades visaram dar visibilidade ao trabalho desenvolvido pelo nosso jardim de infância:
-        Hastear da bandeira verde eco-escolas
-        Mural do eco código, com compromisso individual de cada criança e adulto
-        Limpeza do espaço exterior
-        Sessão experimental “As partes constituintes de uma planta”
-        Manutenção do canteiro das plantas aromáticas
-        Plantar uma planta aromática - Manjericão (Ocimum basilicum)
-        Campanha de recolha de pilhas - Mini pilhões para recolha na comunidade
-        Campanha solidária “Roupa usada é roupa partilhada”

A cerimónia do hastear da bandeira Eco-escolas contou com a presença do Presidente Junta de Freguesia das Alhadas, pais e avós. O evento foi divulgado através da Comunicação Social “Diário de Coimbra”. As crianças e adultos assumiram o compromisso de cuidar do ambiente, cumprindo as regras do eco código, compromisso selado num painel afixado em local comum de fácil acesso a todos os utentes. As famílias foram envolvidas na recolha de pilhas junto de entidades da sua área de influência e numa campanha com objectivos solidários.